!-- Global site tag (gtag.js) - Google Ads: 622731988 -->
 

Depois do contador judicial, o quê acontece?

Contador
Judicial?

Contador  ou Perito Judicial?

 

Qual a melhor escolha para uma empresa que precisa de um diagnóstico financeiro?

O contador é a pessoa mais adequada para realizar um diagnóstico financeiro em uma empresa? Essa é uma questão que vem sendo frequentemente debatida nos últimos tempos. Muitas vezes, a decisão de contratar um perito vem sendo tomada em detrimento da contratação de um contador. Lembramos que contadores, também, podem ser peritos judiciais como economistas, administradores, engenheiros, etc...

Contudo, é necessário analisar as diferenças entre esses dois profissionais para que a empresa possa tomar a melhor decisão.

 

O contador é responsável por prestar contas e fazer balanços da empresa. Ele é um profissional capacitado para realizar auditorias, emitir pareceres contábeis e prestar assessoria financeira.

Já o perito é um profissional habilitado para analisar situações de natureza jurídica. Ele é especializado em avaliar bens, emitir laudos técnicos e elaborar perícias. O objetivo do trabalho do perito é auxiliar na tomada de decisões judiciais, garantindo que os direitos dos envolvidos sejam respeitados. Sua atuação é essencial para a Justiça, pois ele é capaz de fornecer informações técnicas confiáveis sobre determinado assunto.

 

A principal diferença entre esses dois profissionais está na sua especialização. O contador é capacitado para avaliar a situação financeira da empresa, analisar seus custos, receitas e investimentos. Ele também é capaz de emitir um parecer contábil.

Já o perito é especializado em analisar situações jurídicas. Se a empresa estiver envolvida em um processo judicial, é importante contar com o auxílio de um perito. Ele é capaz de avaliar cálculos jurídicos, emitir laudos técnicos e elaborar perícias.

 

É importante destacar que o contador está habilitado para prestar assessoria financeira à empresa. Ele pode, por exemplo, orientar a empresa sobre como reduzir seus custos, aumentar suas receitas ou investir melhor seu dinheiro.

 

Já o perito não está habilitado para prestar esse tipo de assessoria. Se a empresa estiver procurando por um profissional que possa ajudá-la a tomar decisões financeiras, o contador é a melhor escolha.

 

Se a empresa estiver envolvida em um processo judicial, o perito é a melhor escolha. Ele é especializado em analisar situações jurídicas realizar cálculos econômicos-financeiros e avaliar bens.

Portanto, a melhor escolha para uma empresa que precisa de um diagnóstico financeiro é o contador. Ele é um profissional capacitado para realizar auditorias, emitir pareceres contábeis e prestar assessoria financeira.